sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

#oleodecoco #tratamento #hidrataçãocomoleodecoco #PaoloCabeleireiro #FalandodeCabelo

Óleo de Coco no Cabelo



Olá pessoal! 

A febre de passar óleo de coco no cabelo traz muita confusão e um monte de absurdos disseminados por aí. Cansei de ver gente ensinando a fazer bobagens danosas ao couro cabeludo e ao fio de cabelo, por isso vou explicar direitinho:

NÃO PODE PASSAR GORDURA DE COCO PARA USO CULINÁRIO NA CABEÇA!

Sabe por quê?

Para usar esse tipo de gordura vegetal na pele ou cabelo, a indústria cosmética submete a matéria prima bruta a processos de purificação, eliminando impurezas que não são benéficas para aplicação tópica.
Através de processos de filtração são separadas as frações boas para os cuidados diários da pele. Simples assim!

PORQUE A GORDURA DE COCO DE GRAU COSMÉTICO É BOA:

A gordura da planta denominada Cocus nucifera é rica em ácidos graxos, principalmente os ácidos láurico, mirístico e palmítico, que são bons aliados para cuidar da pele e cabelos, mas esperem aí antes de enfiar a mão nesta gordura que você comprou no supermercado! Nunca se deve colocar ESSA gordura de uso culinário diretamente na pele ou cabelo!

PORQUE NÃO USAR DIRETAMENTE NO COURO CABELUDO E PELE:

Não gosto de usar a gordura de coco diretamente sobre a pele do couro cabeludo devido ao seu alto POTENCIAL COMEDOGÊNICO, pois pode provocar o aparecimento de erupções no couro cabeludo e favorecer o aparecimento de cravos e espinhas no rosto.

Escolha cosméticos bem formulados, criados por empresas idôneas e você vai ter todos os benefícios da gordura de coco, com segurança dermatológica e performance garantida. Não se arrisque com bobagens ditas por quem não entende nem o que é a estrutura química de um ácido graxo....

É estes o principal benefício de um bom produto formulado com gordura de coco de grau cosmético:

Prevenção da perda de água natural presente na pele e cabelo evitando o ressecamento e descamação destas superfícies.


Emoliência e suavidade ao toque, melhora das propriedades sensoriais de brilho e maciez.

Colaboração: Dra.Sonia Corazza
Imagens: Internet.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

#Botoxcapilar #acidohialuronico #botox #Paolocabeleireiro #FalandodeCabelo #Grandha

BOTOX CAPILAR



Olá pessoal!
Nesta postagem, volto a tratar sobre “botox” e sobre ácido hialurônico, para ajudar vocês a não serem mais enganadas sobre os ditos milagres das que estão sempre aparecendo na internet.
Irei tratar especificamente sobre um produto o Botox Absolute Repair, o que ele faz realmente no cabelo.

O que é e para que serve.


Botox Absolute Repair tem ação altamente antioxidante e promove a normalização gradual do pH das fibras capilares (fio de cabelo), principalmente as acidificadas pelas progressivas, pois é rico em polifenois( são substancias químicas presentes nas plantas)  de frutas vermelhas.
Todo profissional e cliente precisa entender que o conceito CORRETO de botox capilar não tem relação nenhuma com qualquer tipo de alisamento ou escova progressiva. Este trabalha no cabelo numa concepção parecida com a sua aplicação na pele. O segredo disso tudo é um ativo importantíssimo chamado ÁCIDO HIALURÔNICO.
E lembrando ACIDO HALURÔNICO não alisa cabelo.



ELE PROMOVE ESTABILIDADE, CONTROLE E REPOSIÇÃO DE MASSA CAPILAR.

O Botox Absolute Repair, atua no melhoramento da retenção de água do cabelo. Como os cabelos danificados por escova progressiva têm uma deficiência enorme na retenção de água, ele atua de maneira essencial para preencher essa lacuna, sendo também um importante repositor de Massa Capilar.


A foto mostra como esse cabelo estava elástico e sem nenhuma estabilidade, após a aplicação o cabelo ficou estabilizado e resistente.


Imagens Grandha e arquivo pessoal.

domingo, 31 de dezembro de 2017



Olá pessoal!
Nesta última postagem de 2017 quero desejar a todos os amigos do blog um 2018 muito abençoado a todos.
Muito obrigado por me seguirem.
Paolo Cabeleireiro.

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

#acorde2018 #cordoano #Lilas #PaoloCabeleireiro #Falandodecabelo

ULTRA VIOLET - A COR DE 2018
Criativa, imaginativa, Ultra Violet ilumina o caminho do que ainda está por vir







Olá pessoal!
Nesta penúltima postagem de 2017 vamos falar sobre a cor de 2018, o ULTRA VIOLET, segundo a Pantone, que sempre escolhe uma cor para a moda, designer etc.
Vamos também ver a cor segundo a astrologia e a numerologia.
Espero que todos gostem  desta matéria.

PANTONE- ULTRA VIOLET

Complexa e contemplativa, Ultra Violet sugere os mistérios do Cosmos, a intriga daquilo que ainda está por vir e as descobertas que estão além do lugar onde nos encontramos agora. O vasto e ilimitado céu noturno é simbólico do que é possível fazer para continuar a se inspirar no desejo de perseguir um mundo que está além do nosso.

Púrpuras enigmáticos também tem sido por muito tempo simbólicos de contra-culturas, do não convencional e do talento artístico. Ícones da música, Prince, David Bowie e Jimi Hendrix trouxeram tons da família do Ultra Violet para a cena principal da nossa cultura pop ocidental, como expressões pessoais da sua individualidade. Expressa em nuances e carregadas de emoção, a profunda PANTONE 18-3838 Ultra Violet simboliza a experimentação e o não conformismo, levando os indivíduos a conhecer a sua marca única no mundo e expandir as fronteiras através de soluções criativas.

Historicamente sempre houve uma qualidade mística e espiritual relacionada ao Ultra Violet. Esta cor sempre foi associada a práticas de expansão da consciência, oferecendo uma base mais elevada para aqueles que buscam refúgio deste mundo super estimulado. O uso de iluminação em cores violetas e roxas em espaços de meditação e outros locais de encontro, energizam as comunidades que se reúnem ali e inspiram a conexão.

A COR DO ANO, SEGUNDO A NUMEROLOGIA


 LARANJA: A COR DE 2018. VEJA COMO USÁ-LA A SEU FAVOR



Você sabe qual será a cor de 2018? Será a cor relacionada ao número 2 na Numerologia 2018, já que o ano terá essa vibração (2018=2+0+1+8=11=1+1=2). Será também a cor relacionada ao Chakra Sacral, localizado 4 dedos abaixo do nosso umbigo. Será a cor relacionada ao prazer e à realização. Essa cor é o laranja, que trará muita energia, movimentação e criatividade a este ano.

COMO USAR A COR DE 2018?

Você pode apostar em pequenas coisas com esse tom, e cercar-se dessa vibração positiva e otimista desta cor. Coloque itens de decoração (pequenos) em cor laranja no seu quarto. Aposte em cores de roupas e acessórios laranja. Você deve apostar nessa cor quando sentir que precisa de energia, quando for decisões, quando precisar tomar coragem de falar algo com alguém ou tomar uma atitude difícil.

Cadernos de anotações, agendas e canetas neste tom e até mesmo os alimentos podem ajudar nesse sentido. Comer alimentos como a cenoura, abóbora e tangerina alimentam essa energia. O óleo essencial de laranja também pode ser usado. A mentalização da cor laranja também ajuda, utilize essa cor na sua meditação e perceba como ela irá trazer mais energia ao seu dia.

Espero que tenham gostado desta postagem sobre cores, nos brasileiros gostamos de uma festa de virada de ano e nossas superstições, mas devemos lembram que o ano só será novo, se nós mudarmos, senão é só uma contagem de tempo.


Imagens: Internet e Pinterest


domingo, 24 de dezembro de 2017

#paolocabeleireiro #falandodecabelo #natal


Olá amigos!

Desejo a todos os meus leitores e seguidores do blog FALANDO DE CABELO um feliz natal.
Paolo
Administrador do blog FALANDO DE CABELO.

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

#cabelosfinos #dicas #cortes #cuidados #paolocabeleireiro #falandodecabelo

Dicas para Cabelos Finos




Olá pessoal!

Vamos conversar um pouco sobre cabelos finos.

Para entender o porquê dos cabelos finos, é importante saber que os fios de cabelo são compostos de três camadas:

Cutícula, responsável pela proteção do fio.
Córtex, que dá cor, elasticidade, volume e força aos fios.
Medula, porção central esponjosa do fio.

A espessura do fio depende principalmente do córtex. A causa dos fios finos é, geralmente, de origem genética. Para estas pessoas que já nascem com cabelos finos, deve-se simplesmente tomar os cuidados necessários para o tratamento dos fios finos, conforme listado abaixo.

Há também pessoas que adquirem cabelos finos ao longo da vida por outras razões. A principal delas é porque houve um problema de queda de cabelo. A queda de cabelo enfraquece os fios deixando-os finos, sensíveis e fáceis de quebrar. Nesse caso, antes de tomar os cuidados específicos com cabelos finos abaixo, deve-se fazer uma avaliação médica para que seja feita uma análise da causa da queda. Outra causa é o excesso de químicas. A descoloração e a escova progressiva também vão afinando o fio com o tempo.




Cuidados com Cabelos Finos e Sem Volume

1) Cabelos Lisos

Os finos tendem a ser mais oleosos e por isso devem ser lavados diariamente.
Utilizar shampoos específicos para cabelos finos.
Usar shampoo com pH equilibrado ao fio de cabelo e de preferência sem sulfato.
Usar condicionador especifico para cabelos finos
Fazer um corte adequado para aumentar o volume.

2) Cabelos Crespos e Ondulados

Utilizar shampoos específicos para cabelos finos e que dão volume e que são específicos para cabelos crespos e ondulados
Usar shampoo com pH equilibrado a haste capilar  e de preferência sem sulfato.
Fazer hidratação uma vez por semana.
Usar cremes sem enxágue e que ativem o cacho
Fazer um corte adequado para aumentar o volume.

Cuidado com as Químicas

Qualquer tratamento com química (como escova progressiva, alisamentos e descoloração) podem deixar os fios mais finos ainda. Esses tratamentos tornam o cabelo mais poroso, e por isso ele está mais propenso a quebra. Por isso mesmo, é melhor tomar cuidado ao fazer esse tipo de tratamento, ainda mais quando o cabelo está danificado. O cabelo fino recebe a química mais facilmente que qualquer outro tipo, e por isso os danos podem ser profundos em apenas uma aplicação. Antes de fazer qualquer tratamento que use químicas é preciso fazer um diagnóstico capilar, será a densidade do fio que determinará qual a química pode ser utilizada com segurança.

Fonte:Tricologia e a Quimica Capilar - John Halal - 5a. Edição
Imagens: Internet e Pinterest

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

#crescimentocabelo #quedacabelo #paolocabeleireiro #falandodecabelo

COMO O CABELO CRESCE



Olá pessoal!

Vamos comentar um pouco sobre as fases de crescimento do cabelo.
O cabelo está implantado pelo bulbo no couro cabeludo, um tipo de pele específico, que alimenta o fio através dos vasos sanguíneos e este se desenvolvem em fases distintas e subsequentes, denominadas anágena, catágena e telógena.

A fase anágena, denominada fase de crescimento, dura de 2 meses até 6 anos. A fase catágena, denominada fase de transição, dura de 1 a 2 semanas. A fase telógena determina o desprendimento do folículo piloso e sua queda, durando de 2 a 4 meses.


POR QUE CAI?

No caso das mulheres, a perda dos cabelos geralmente se inicia após a puberdade, quando os hormônios sexuais começam a ser produzidos. A evolução é lenta e o mais comum é ocorrer uma rarefação difusa dos cabelos, que se tornam fina e tem seu tamanho diminuído. Dificilmente a mulher chega a ficar careca, mas isso pode acontecer em casos de maior intensidade e em mulheres de idade mais avançada.

A alopecia androgenética é uma manifestação fisiológica que ocorre em indivíduos geneticamente predispostos, preferencialmente homens; não é doença. Sob a ação de uma enzima, a 5-alfa-redutase, a testosterona transforma-se em diidrotestosterona (DHT), hormônio responsável pelo afinamento dos cabelos e diminuição progressiva dos folículos, que tem seu ciclo de vida normal encurtado. O resultado final é a calvície.

Dependendo da causa, existem tratamentos médicos com medicamentos, uso de laser, luz pulsada e até terapia capilar com massagens do couro cabeludo e uso de óleos essenciais.
Fale com seu dermatologista!

Fotos: Internet.
Pesquisa: Tricologia e a Química Capilar – Halal.John
Coloboração; Sonia Corazza